quarta-feira, 27 de abril de 2016

Promessa de flor.

                                                 

                                                    Acrílica S/ Madeira - Lú Vilela 18.05.2013


Sou das migalhas

que juntas se espalham
para enfeitar,
potes de louça,
bronze ou palha,
mas quero argumentar!
Miúdos confetes,
A quem compete organizar...
Que tenha mãos de fada,
Que não me destroce
ao me tocar.
Que cante ou dançe
ao me contemplar
Então eu prometo
pela doce brisa
que vem me beijar,
ficar bem bonita
por dias e dias,
até chegar a noite
de quando eu murchar.


lourdinha Vilela.


foto Lu Vilela

Amo flores miúdas, essas acima são do cerrado (Flor de Senna) e encontro muitas delas pelas redondezas, por isso me atrevo colhê-las, para enfeitar minha casinha lá na roça M/G. De consciência limpa, pois transporto sementes para cultivá-las cada vez mais.











8 comentários:

  1. Que lindo, Lourdinha.
    Lindo o poema que "prometo/ pela doce brisa/ que vem me beijar,/ ficar bem bonita" - ficará o poema para sempre escrito, lindo e leve como as flores.
    Lindas as flores. E amarelas!, cor que adoro.
    bj amg

    ResponderExcluir
  2. Olá Lourdinha,
    Tudo aqui é tão suave e natural.
    Adorei a sua pintura, o poema fabuloso e a cestinha na janela o que eu mais gostaria;))!!
    Beijinhos e continuação de boa semana.
    Ailime

    ResponderExcluir
  3. Oi Lourdinha!
    Lindo demais esta postagem, de uma delicadeza incrível!
    Beijos amiga, um bom fim de semana!
    Mariangela

    ResponderExcluir
  4. Lourdinha, essas mãos de fada são necessárias (rss). A tela e a foto estão lindas. Gosto demais dessas flores do campo, pequenas e mágicas. Seus versos têm ternura e uma leveza encantadora. Bjs.

    ResponderExcluir
  5. Adorei! Encontrei flores e poesia neste dia frio de outono.
    Belíssimas!
    Beijos

    ResponderExcluir
  6. Um poema lindo e sentido, adorei!!!
    Beijinhos
    Maria

    ResponderExcluir
  7. Uma postagem absolutamente deliciosa, Lourdinha!
    Adorei a pintura... que casou na perfeição com o poema...
    E a imagem, com o seu arranjo floral, está um encanto!... Com cores tão bonitas!...
    Adorei tudo, por aqui!...
    Beijinhos!
    Ana

    ResponderExcluir